OS NÍVEIS DO OUVIR

Ouvir é um fator importante tanto em casa como no trabalho.

No entanto, pesquisas recentes indicam que lembramos em média de 25 a 50% do que ouvimos. Ouvir ativamente requer foco e energia.

Imagine-se indo ao consultório médico com um mal estar terrível. Em vez de ajudá-lo em sua doença, o doutor começa a reclamar de seus próprios problemas, contando uma história após outra de sua própria vida. Você balança afirmativamente a cabeça, fazendo de conta que está ouvindo, enquanto pensa: “Você deveria estar focado em mim. Estou pagando pela sua atenção!” O caso é absurdo, pois as pessoas esperam que os médicos dêem atenção aos problemas pessoais delas.

Ditado Cherokee  – (Tribo indígena norte-americana)

“Ouça os sussurros, assim você não precisará ouvir os gritos.”

Quando pensamos em nos desenvolver pessoal ou profissionalmente temos uma responsabilidade semelhante.  É necessário focalizar na história pessoal das pessoas a nossa volta. Talvez você tenha o desejo de ser um líder, ou desenvolver o líder que já é. Dar 100% de atenção durante os encontros com pessoas é algo importante. Ouvir é a chave para dar atenção exclusiva. Todos desejamos atenção!

Vamos voltar ao consultório médico, vamos viajar um pouco mais em nossa imaginação. E independente de sua fé, convido você a pensar comigo na seguinte cena. Você está no consultório para uma nova consulta, desta vez, o médico te pergunta qual o seu problema, o que você está sentindo. Você responde de forma agressiva:

Será que não consegue ver estou em uma cadeira de rodas e isso não me faz bem, quero voltar a andar.

O médico é Jesus ele te olha nos olhos e diz:

Vamos! Levanta! Pode levantar e sair pela porta.

Você obedece, se levanta com dificuldades e sai da sala. Na recepção os outros que esperam por atendimento perguntam como é o médico e você simplesmente responde:

Igual a todos, nem me examinou.

Em ambas as metáforas, faltam o ouvir eficaz para garantir um atendimento eficiente.

Meu conselho é este: não focalize em como você está, focalize em como está o outro. Grandes líderes buscam entender em vez de serem entendidos. Eles vêem da perspectiva do outro. Para se conquistar essa perspectiva, ouvir é fundamental. Liderança habilidosa exige um ouvir habilidoso, sintonizado e apto, com a capacidade de maximizar a interação de ouvir. Ouvir não é simplesmente escutar passivamente, mas envolver-se ativamente com a vida do outro. Ouvir os sinais de vida, as escolhas que o outro está fazendo, a resistência e a turbulência que a pessoa está, no momento em que está vivendo.

Benefícios do ouvir

  • Aumenta a credibilidade.
  • Aumenta o crédito emocional do líder.
  • Promove confiança e bem-estar, assim como amizade.
  • Permite coletar informações corretas.

Obstáculos para o ouvir

  • Preparo inadequado ao conversar com alguém.
  • Falta de conhecimento sobre as questões que precisam ser abordadas.
  • Linguagem corporal desfavorável (por exemplo: não olhar nos olhos).
  • Questões pessoais não resolvidas (por exemplo: “líder precisa ser ouvido” no momento em que está ouvindo).

Preparando-se para ouvir

Você precisa estar sempre preparado para ouvir. Essa preparação envolve pensar sobre as circunstâncias e necessidades de cada pessoa com quem convive. É importante manter anotações das conversas anteriores com foco nas necessidades de cada um. Isso ajuda a buscar as necessidades do líder em vez de suas próprias necessidades. Este é um passo para adquirir disciplina e empenho no ouvir ativamente.

Antes de realmente ouvir alguém você precisa de preparação. Já que enfrenta os mesmos problemas, dificuldades e medos que todos enfrentam, você precisa de um toque especial que possa focalizar nas necessidades do outro e não em suas próprias necessidades. “Quando você se encontra preso em autoanálise — defendendo-se, julgando, sentindo-se irritado… sua tarefa é libertar-se. Você precisa afastar toda essa confusão interna do caminho…”

Quando alguém está falando com você e abre o seu coração, muitas vezes você consegue ouvir o início do que está sendo falado e involuntariamente preenchemos as lacunas com o que “pensamos” que a pessoa está tentando dizer. Quando praticamos o ouvir ativo, estamos realmente tentando ouvir a mensagem completa por trás das sentenças introdutórias de cada assunto em questão.

Assim conquistaremos as pessoas de uma forma incrível e teremos sempre o trabalho com a verdade e a pessoa que fala, conseguirá encontrar em você uma pessoa verdadeira em quem ela pode confiar.

Sucesso!!!!!